António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.

“Una Noche en Granada” – Emilio Cebrian Ruiz

Junho 3rd, 2021

(texto inicialmente publicado no Facebook, a 6 de Maio de 2021)

Sempre que abordei reportório espanhol neste espaço, foi-me sugerido também falar sobre “Una Noche en Granada”, poema lírico de Emilio Cebrián Ruiz.
Não foi fácil encontrar no Youtube uma banda portuguesa a interpretar esta obra mas, em boa hora, surgiu-me na pesquisa a Banda de Riba de Ave, dirigida pelo maestro Hugo Ribeiro.
O meu primeiro contacto com esta obra terá sido em 1994/95, toquei-a vários anos na Banda de Crestuma e é algo que se ouve bastante por aí.
Intercala momentos de orquestração “fina”, expondo várias vezes os instrumentos solistas, sem rede (por exemplo, o solo de oboé acompanhado apenas pela caixa), com momentos de grande intensidade instrumental, mesmo “à espanhola”. Olé!
Parece fácil, mas é muito exigente para quem toca e quem dirige. Qualquer passo em falso pode criar situações desconfortáveis.
Mas resulta muito bem, mesmo em arraiais, obrigando o público a estar quieto e atento (coisa difícil…).
É uma obra à medida de maestros, músicas e bandas “com salero”. Pede alma, paixão e intensidade!
É realmente um poema.

António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.