António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.

“Quo Vadis” – A. Scassola

Maio 26th, 2021

(texto inicialmente publicado no Facebook, a 16 de Abril de 2021)

Ao contrário do que muita gente pensa, a abertura “Quo Vadis”, do compositor italiano A. Scassola, não é a banda sonora do épico filme de 1951, até porque Scassola morreu em 1938.
O que é pena, porque é um filme do carago, até tem um forcado português na equipa de duplos e eu iria adorar relacionar as duas coisas…
Provavelmente, Scassola inspirou-se no livro que daria origem ao filme. Ou então, estava apenas a perguntar a alguém “onde vais?”
Esta lenga lenga toda, porque, apesar de ser um verdadeiro clássico filarmónico português, um calhau à moda antiga, o Quo Vadis diz-me pouco. Toquei-a uma ou duas vezes e estudei a partitura para um curso de Direcção. Felizmente, o Pedro Silva ofereceu-se para a dirigir no concerto final e eu safei-me.
E, como o Paulo Veiga tem sido um dos seguidores mais entusiastas desta rúbrica, deixo aqui um vídeo da sua interpretação à frente da Banda da Póvoa de Varzim. Parabéns, Paulo!

António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.