António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.

Encontro de Coros “Crestuma 2008” – Rescaldo

Abril 29th, 2008

Em Crestuma, quando organizamos alguma actividade de índole cultural/recreativo (e eu já organizei várias), corremos o risco de a mesma ser um tremendo fracasso. Não pela sua qualidade, mas pela ausência de público.

De facto, são mais os eventos “às moscas”, do que propriamente aqueles de “casa cheia”.  Tirando as festas que envolvam crianças, os concertos da SFC e as festas do CNC, tudo resto, por norma, não atrai público.

Quando as V.E. tiveram a iniciativa de organizar um encontro de coros, estavam conscientes de que semanas de trabalho poderiam ter sido, em vão.

Contudo, tínhamos um objectivo bem concreto em mente: encher o Salão Nobre da Junta. Por isso, tudo foi pensado ao pormenor, numa organização que chegou a roçar o profissionalismo.

Orgulho-me de dizer que as três falhas que ocorreram no evento (sim… houve falhas!) foram completamente alheias às V.E. e à nossa parceira, a Junta de Freguesia de Crestuma. Foram fruto do acaso, situações que acontecem e que não podemos controlar.

Quando soubemos que o EC marcaria o encerramento das Comemorações da Elevação de Crestuma a Vila e do 25 de Abril, sentimos o peso da responsabilidade a aumentar mas, ganhamos um alento extra. Este facto, era a prova de que a JFC confiava e acreditava no nosso projecto.

Não vou comentar a qualidade dos coros e dos músicos intervenientes. Quem viu, só com muita má-fé poderá pôr em causa o talento dos cantores, maestros e instrumentistas presentes. Quem não viu, perdeu uma oportunidade única e pode começar já a sonhar com o Encontro de Coros “Crestuma 2009”.

Prefiro comentar a atitude das “minhas meninas”, que vestiram de forma soberba o papel de anfitriãs; os seus sorrisos, o seu empenho em receber os convidados, o seu brilho, a sua alegria, o orgulho no seu projecto.

Prefiro comentar os aplausos, a interactividade entre público e artistas e a forma fluída como decorreu o espectáculo.

Prefiro comentar a apoteose final ao som da tão crestumense “Fonte Velha”, com um coro de jovens entregues num hino ao passado, abraçando todo o público como uma só alma, deixando antever que o futuro de Crestuma está bem entregue.

Prefiro comentar a boa disposição que os Sax4Fun! e o meu grande amigo Rui Pereira deixaram em palco.

Prefiro comentar os abraços e comentários de “parabéns!” e “foi um sucesso”; as mensagens que recebi mesmo de quem não pôde estar presente.

Sinceramente, passados vários dias, não consigo esquecer aquela noite… Porque tudo foi como um sonho.

As V.E., que tantas vezes foram alvos de hostilidade, que tantas vezes viram o seu talento posto em causa, que tantas vezes foram menosprezadas e criticadas, voaram num turbilhão de cores e alegria. Que orgulhoso estou por elas! Elas merecem todos os elogios e mais alguns!

Não é fácil, o papel delas, não é fácil… mas o fogo de artifício com que o EC foi encerrado transmite aquilo que é o coração de uma V.E.

A terminar este devaneio egocêntrico e presunçoso, quero apenas deixar o meu profundo agradecimento a todos os que, de uma forma ou outra, contribuiram para o sucesso do “Crestuma 2008” e nos ajudaram a realizar o nosso sonho!

Fiquem atentos, as V.E. vão voar por aí!

Comments

6 Comments

RSS
  • Strings says on: 29 de Abril de 2008 at 21:45

     

    Acho que tudo o que havia a dizer foi dito, muito bem dito. A acrescentar ha mais uma dose reforçada de orgulho por tudo o que fizemos juntos na nossa força.

    Obrigada a elas e a ti.
    Um beijo*

  • Alberto Leitão says on: 30 de Abril de 2008 at 9:38

     

    Como membro dos Sax4fun!, mas principalmente em meu nome pessoal, queria deixar aqui os PARABÉNS para as Vozes de Esperança pelo magnífico encontro de coros que foi organizado. Muito obrigado, Pinheiro pelo convite que nos fizeste, pois foi um prazer estar em Crestuma!
    Desculpem meninas se os saxofones vos incomodaram muito a cantar. Mas se incomodaram, não se notou nada, acreditem! Têm um magnífico grupo!
    Até uma próxima oportunidade, que até pode ser muito brevemente! 😉

  • Pinheiro says on: 30 de Abril de 2008 at 9:42

     

    Obrigado, amigo Leitão, pelo teu comentário.

    De facto, está para breve a nossa próxima colaboração.

    31 de Maio – Gospel Session 3!!!

    Mais informações em http://www.vozesdesperanca.net

  • Tony Alves says on: 1 de Maio de 2008 at 8:28

     

    De facto,Pinheiro estás de parabens, tu e as V E por um evento realizado com tanta qualidade.É a afirmação (mais uma) da tua credibilidade e da tua competencia para organizar este tipo de senas. Pese embora a fraca qualidade do Grupo Coral que apresentei ( com menos nove elementos), tudo o resto estava muito bem. parabens e conta sempre comigo para colaborar dentro do que tu sabes que eu posso. grande abraço

    Tony Alves

  • Daniela says on: 1 de Maio de 2008 at 10:13

     

    Não há ninguém como Nós…
    Há melhores e há piores, mas nós somos únicos*
    O meu coração continua um fogo de artificio.
    Adoro-vos! 🙂

  • Pinheiro says on: 2 de Maio de 2008 at 9:32

     

    Olá Tony!

    Obrigado pelas tuas palavras.

    Quando resolvi convidar o GC do GMM, fi-lo não à espera de um “super-grupo”, mas pela maneira que o GMM tem de de encarar a música, por ser um grupo diferente. Como já tivemos oportunidade de falar, 9 elementos fazem muita diferença mas, de qualquer modo, aqueles que lá estiveram estão de parabéns pelo esforço e pela entrega que tiveram em palco.

    Grande abraço!

António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.