António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.

É o teu sorriso

Setembro 21st, 2008

smile_underwater2.jpg

Não sei se por acaso
Assim como quem não quer a coisa
Já te disse que tens um sorriso
Doce, quente, meigo
Que me faz sentir uma criança

Sorriso que me faz querer beijar-te
Interminavelmente
Recuperando o meu fôlego no teu fôlego
Respirar pelos teus pulmões
Porque o amor é isso mesmo

É respirar-te
É ter-te no peito e no sangue
É ter no teu nome a minha alma
É ter nos teus cabelos a minha cama
É viver, somente, porque tu vives

Olho-te no olhar mais profundo
Que me diz “amo-te” sem palavras
Que me mostra a cor do desejo
Em tons de arco-íris
E sucumbo no êxtase de amar-te

Comments

2 Comments

RSS
  • Mafalda says on: 21 de Setembro de 2008 at 11:19

     

    Escreves mesmo bem Pinheiro,

    Gosto mesmo dos teus poemas 🙂

  • Hélio says on: 21 de Setembro de 2008 at 17:12

     

    Palavras de um verdadeiro apaixonado!

    Não é o Amor o melhor do mundo?!

    Parabéns por mais um belo poema!

António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.