António Pinheiro

Freelancer em Serviços de Marketing para Empresas e Instituições. Músico. contacto@antonio-pinheiro.net

Mas afinal, que instrumento você toca?

Março 26th, 2019

Fizeram-me esta pergunta no passado sábado à noite, quando apareci nos “Passos” de Estarreja, com um saxofone- tenor.

E, como me fazem essa pergunta recorrentemente, sinto que devo dar um esclarecimento.

Ora, eu gosto de Música. O instrumento é isso mesmo: instrumento. Ferramenta.

O meu professor de clarinete dizia-me que mais importante do que fazer de mim clarinetista, era fazer de mim Músico, para poder tocar qualquer instrumento.

Mas então…

Quando comecei a aprender Solfejo e Teoria na Sociedade Filarmónica de Crestuma, já sabia tocar órgão via auto-aprendizagem com a ajuda do livro “Órgão Mágico”.

A minha vontade era aprender clarinete, mas não havia clarinetes disponíveis na banda. Então disseram-me “se queres entrar já, já para a banda, pode ser em percussão.”

E eu: “’tá bem.”

2 anos mais tarde, aproveitei as bolsas de estudo da Câmara de Gaia no Conservatório mas, à época, não havia lá Classe de Percussão. Então, inscrevi-me em clarinete.

Mais tarde, quando a Teresa era maestrina dos “Bandamecos” (orquestra da escola de música da Banda da Foz) constatei que ela não tinha tenores e ofereci-me para aprender o instrumento e tocar.

E ela: “’tá bem.”

Então agarrei-me ao sax durante uma semana e fiquei apaixonado.

No meio de tudo isto, o meu instrumento favorito é trompa e o meu sonho é ainda vir a tocar fagote.

Mais esclarecidos?